Criminosos usam chips para alterar volume em bombas de combustível

Postos de combustível espalhados por todo o país têm um dispositivo comete fraude volumétrica.

O portal IG noticiou no último dia 27 de outubro que, segundo a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes, alguns postos de gasolina fraudulentos espalhados por todo o país têm um dispositivo em que, após 20 litros contabilizados, a bomba passa a injetar menos combustível.

De acordo com a publicação, os golpistas descobriram que a fiscalização utiliza galões de 20 litros para checar as medições, por isso desenvolveram um chip que frauda a contagem apenas a partir do 20º litro. Leia mais aqui.